Trekking no Parque Estadual do Ibitipoca - MG

O que você precisa saber sobre o parque:
Como chegar: (a partir de São Paulo): Marginal Tietê - Dutra - Fernão Dias - BR 267 - Lima Duarte - Conceição de Ibitipoca - Parque Estadual - total: 450 Km apx. a partir do centro de São Paulo.
Onde ficar:( http://www.ibitipoca.tur.br/hospedagens/ )
Abasteça seu carro em Lima Duarte, pois não há postos de combustível na vila.
Regras do parque:( http://www.ibitipoca.tur.br/parque/ )
Se gosta de Rock como a gente, vai ter problemas com as festas juninas...
As águas do parque são escuras porque nas nascentes há material orgânico que é depositado nas águas, deixando-as com aspecto de refrigerante. Porém não são poluídas.
Você precisa de no mínimo 3 dias para conhecer o parque. Programe-se da seguinte forma:
1º dia: faça o circuito entre o centro de visitantes até no máximo a Gruta do Monjolinho.
2º dia: faça o circuito até a Janela do Céu, passando pela Cachoeirinha (imperdível) e voltando pelo camping.
3º dia: Gruta do Pião, Pico do Pião e Gruta dos Viajantes.
Atenção: existe uma grande probabilidade de você encontrar animais silvestres pelo caminho. Entre estes animais está a cobra Cascavel ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Cascavel ). Recomendamos realizar os passeios com o apoio de um guia local, principalmente nas trilhas rumo ao Pico do Pião. Recomendamos também que vão calcados de botas de couro. Mas não fique numa paranóia: Fique atento nas trilhas e curta a paisagem, ok?
Há muitas pedras de quartzo no parque. Por isso não é recomendado passear em dias de chuvas com possibilidades de relâmpagos.